A arte e a luta por direitos humanos no Complexo da Maré

Este projeto de extensão pretende, por meio de atividades como saraus, oficinas, rodas de conversa e ciclos de palestras, promover debates críticos e trocas de conhecimento, utilizando-se da produção artística para pensar direitos humanos. Entendendo-os como processos culturais de luta por dignidade, o projeto trabalhará a partir de uma conexão entre arte e direitos humanos, fortalecendo essa luta; agindo e intervindo para emancipar.

O projeto tem um blog onde se encontram os extratos das pesquisas de apoio realizadas e os relatórios de atividades: Como visibilizar coisas que (não) existem

Integrantes: Vanessa Oliveira Batista Berner  (Coordenadora);  Bruna Soares; Ana Clara Medeiros;  Carolina Movilla; Juliana Barros; Carolina Genovez; Roberta Laena.

Financiadores: CNPq, Faperj.


A imagem em destaque foi tirada no  festival Travessias de Arte Contemporânea na Maré e o grafite é do artista Bruno Zagri.

Anúncios